Museu ao Ar Livre firma convênio internacional com o Museu de Genova, na Itália

O Museu ao Ar Livre Princesa Isabel (Malpi), de Orleans, firmou convênio com o Museo Nazionale dell’Emigrazione Italiana (MEI) de Genova, na Itália, nesta manhã de quinta-feira (29/07). A cerimônia aconteceu de forma virtual, e pelo acordo o Malpi, e o museu italiano desenvolverão parceria com a intenção de compartilhar documentos, colaborar para a proteção, valorização, divulgação do patrimônio cultural da emigração (na visão italiana) e imigração (na visão brasileira).

O reitor Guilherme Valente de Souza, destacou que o ato é um marco histórico da instituição. “Será muito importante a interação entre os dois museus”, disse Valente, destacando o acervo documental sobre a Imigração Europeia, existente no Centro de Documentação Histórica Plínio Benício (CEDOHI). O acordo ainda prevê o desenvolvimento de pesquisas sobre o fenômeno migratório, mediante o envolvimento colaborativo e de acordo com as partes.

O secretario do Comitato di Indivizzo Mei, Pierangelo Campodonico, disse que o Museu da Emigração em Genova, tem previsão de ser inaugurado em 2022, na próxima primavera italiana e quer contar a história dos italianos espalhados nos cinco continentes. Conforme ele descreveu, os brasileiros são os que têm mais orgulho de recolher documentos, fotos e histórias. A intenção é ainda ter um grande museu digital. Conforme Campodonico, o Brasil é o terceiro pais que mais recebeu imigrantes italianos no mundo, ficando atrás dos Estados Unidos e da Argentina. “Nossa missão é de recolher essas histórias”, declarou.

A diretora do Museu ao Ar Livre, Valdirene Böger Dorigon, diz que o Malpi será um colaborador da instituição italiana, incorporando documentos e pesquisas relativas a imigração italiana no Brasil, oportunizando a divulgação do nosso patrimônio cultural. “Isso terá uma ampla divulgação a nível nacional e internacional”, aponta.

A cerimônia ainda teve participação do prefeito de Orleans, Jorge Koch; do Consul Italiano para Paraná e Santa Catarina, Salvatare di Venezia; do pró-reitor administrativo do Unibave; Dimas Ailton Rocha; da diretora de cultura do Unibave, Edina Furlan Rampinelli e do técnico de TI, Paulo André.

Como começou a aproximação?

O museólogo e colaborador do Unibave, Idemar Ghizzo, participou do programa de Rádio “Itália Mia”, a convite do apresentador do programa Andrea Dorini, divulgado pelo Grupo Mundial News. O assunto discutido foi o processo de imigração e a cultura italiana na região sul catarinense.

Ao saber do acervo documental sobre a imigração europeia existente no CEDOHI, Dorini, produziu um texto apresentou on-line aos técnicos e ao presidente do Museu Nacional da Emigração Italiana, situada em Gênova na região da Ligúria, na Itália. O presidente diretor do museu italiano, Paolo Masini, demonstrou interessa da instituição em colaborações com universidades, institutos, arquivos e comunidades italianas no exterior, para criar um centro cultural capaz de desenvolver iniciativas sobre os diversos temas que o Museu Nacional de Emigração Italiana vem estudando.

Depois foi proposta a parceria entra as duas instituições com a intenção de compartilhar documentos e colaboração para preservar e divulgar o patrimônio cultural e histórico da emigração italiana. Idemar ainda comentou a formalização da parceria, dizendo que ela é um reconhecimento do trabalho que vem sendo feito. “Essa parceria será o início de novas pesquisas, onde cópias do nosso acervo documental será apresentada em Genova, levando nossa marca para a Europa”, comentou.

@museuarlivre @museuaoarlivre Como Chegar
Rua Padre João Leonir Dall’Alba - 441
Bairro Murialdo, Orleans - SC
Fones: (48) 3466-0011 / (48) 3466-5611

O Museu ao Ar Livre Princesa Isabel é mantido pela Fundação Educacional Barriga Verde - FEBAVE